Carla Cerqueira

Sorry, this entry is only available in European Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Doutorada em Ciências da Comunicação, com especialização em Psicologia da Comunicação, pela Universidade do Minho, em 2012, Carla Cerqueira é atualmente bolseira de pós-doutoramento em Ciências da Comunicação da FCT (Fundação para a Ciência e a Tecnologia) e Professora Auxiliar na Universidade Lusófona do Porto. Integra o Conselho de Opinião da RTP enquanto representante das ONG do Conselho Consultivo da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.

Estuda as relações entre género e os média, as desigualdades sociais e a comunicação no quadro das ONG. Entre as suas publicações constam “A cobertura  jornalística  do  Dia  Internacional  das  Mulheres  na  imprensa  portuguesa:  mudanças,  persistências  e  reconfigurações” e “De outro género: propostas para a promoção de um jornalismo mais inclusivo“, ambos em co-autoria.

Pertence a várias associações ligadas à sociedade civil, como a API (Associação Plano I para a Igualdade e a Inclusão), fundou o Núcleo de Teatro do Oprimido de Braga e é presidente da Civitas Braga. Integra a equipa do Global Alliance on Media and Gender (GAMAG Europa), é membro da ECREA, na secção de Género e Comunicação e de Estudos de Jornalismo. Pertence ainda à IAMCR, à Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres (APEM), Sopcom e UMAR. Fez parte ainda da equipa que fundou o Seminário Permanente de Comunicação & Diversidade, do CECS.

 

Informações sobre o projeto de Pós-Doutoramento

Título: “Cidadania e igualdade de género: relações entre a cultura das redações e a estratégias de comunicação das ONG”

Orientação: Rosa Cabecinhas (Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho), Juana Gallego (Departamento de Media, Comunicação e Cultura, Universidade Autónoma de Barcelona) e Liesbet Van Zoonen (Departamento de Ciências Sociais, Universidade Erasmus de Roterdão).

Resumo: O projeto tem como objetivo principal estudar as estratégias de comunicação da ONG em Portugal e a sua relação com as redações jornalística. Procura observar a agenda mediática sobre estes estudos, sinalizando temáticas mais frequentes e questões de género mais tratadas.