Cicilia Peruzzo: um Brasil que fortalece a “contra-comunicação”

30 Janeiro 2020

O atual quadro sociopolítico do Brasil tende a fortalecer a organização dos movimentos sociais na luta pelos seus direitos, defende Cicilia Peruzzo. Em entrevista ao Communitas, a professora de Pós-Graduação em Comunicação na Universidade do Estado do Rio de Janeiro e na Universidade Anhembi Morumbi de São Paulo reflete sobre a relevância e as práticas da comunicação popular, alternativa e comunitária na sociedade.

Entrevista realizada por Anabela Carvalho. Captação e edição de som e imagem por Sara Viana.

“Acho que determinadas políticas governamentais chegam a atrapalhar, mas não conseguem impedir a comunicação popular”, afirma Cicilia Peruzzo. A professora explica que a comunicação popular, alternativa e comunitária é uma “contra-comunicação” em relação aos grandes meios de comunicação, surgindo a partir das classes subalternas com o objetivo de “obter conquistas e viabilizar causas”. Assim, se a “contra-comunicação sempre lutou para não estar vinculada aos poderes constituídos”, diz Cicilia Peruzzo, é diante de um quadro sociopolítico com “tendência a menosprezar os direitos” que os grupos sociais reforçam a reivindicação por esses direitos.

Para a investigadora, a evolução da “contra-comunicação” permite que os movimentos sociais se preocupem não só com a defesa de um direito, mas com “a sociedade no sentido macro”. “Há um passo qualitativo no sentido das lutas porque [os movimentos sociais] percebem que não é só uma questão de permanência da terra, é uma questão de interferir nas políticas publicas a médio e longo prazo”, concluí.

Cicilia Peruzzo é doutorada em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo. Dedica-se aos estudos da comunicação popular, comunitária e alternativa, dos média regionais e locais, acompanhando as transformações das manifestações comunicacionais dos grupos subalternos organizados. Além de estudar o papel da “contra-comunicação” na ampliação do exercício da cidadania, investiga também as transformações no capitalismo e sua inserção no terceiro setor, no âmbito das Relações Públicas.

 

Email: kperuzzo@uol.com.br

Site: http://ciciliaperuzzo.pro.br/

Google Scholar: https://scholar.google.com.br/citations?user=lMaVzhkAAAAJ&hl=pt-BR

  • Jucli Stefanello

    Parabéns tia Cecília , sempre dedicação aos estudos do comportamento humano e a melhoria da qualidade de vida de todos indistintamente! Abraços!